Acordo em reunião na Vice-Presidência encerra greve em Bocaina

Processo de dissídio coletivo de greve foi extinto.

 

        Após audiência de conciliação liderada hoje (9) pelo vice-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Artur Marques da Silva Filho, a Prefeitura de Bocaina e o Sindicato dos Trabalhadores da Administração Pública Direta e Indireta, Fundacional e Câmara do Município chegaram a ajuste para encerrar greve. O acordo foi homologado e resultou na extinção de processo de dissídio coletivo de greve.

        Na reunião, as partes estabeleceram o valor referente ao vale-alimentação que a Prefeitura passará a depositar em conta corrente dos servidores, bem como concordaram que os grevistas terão três dias de paralisação descontados dos vencimentos, a serem divididos em um por mês.

        Estavam presentes na audiência o prefeito de Bocaina, Marco Antonio Giro; o juiz assessor da Vice-Presidência Ronnie Herbert Barros Soares; o promotor de Justiça Eurico Ferraresi; o procurador de Bocaina, Everton Roger de Souza; o secretário de Finanças do município, Marcos Roberto de Araújo; os integrantes do sindicato Adilson Augusto Mello (presidente), Anderson Garcia de Souza (secretário-geral) e Rodrigo Pereira de Oliveira (advogado); e o servidor municipal Júlio Cesar de Oliveira.

 

        Dissídio Coletivo de Greve nº 2158681-10.2018.8.26.0000

 

        Comunicação Social TJSP – GA (texto) / AC (foto)

        imprensatj@tjsp.jus.br

COMUNICAÇÃO SOCIAL

NotíciasTJSP

Cadastre-se e receba notícias do TJSP por e-mail